GABE ROGEL – GETTY

1 – Monumento Nacional Aniakchak (Alasca)
Estatisticamente, mais pessoas exploraram o espaço sideral do que o Monumento Nacional Aniakchak, uma cratera vulcânica que desmoronou, em um dos territórios mais áridos da América do Norte. Os contínuos cinturões de nuvens que se formam no furioso Mar de Bering invadem o recortado perfil da cratera durante a estação chuvosa e dão um aspecto fantasmagórico a este mundo perdido de ursos gigantes e tundra estéril. Os mais aventureiros podem completar a subida até a cratera com um rafting pelas águas agitadas do rio Aniakchak até o mar. Precisarão de caiaques dobráveis, equipamentos leves de acampamento e muita coragem. Para chegar lá, você tem que voar até o vilarejo de Port Heiden e começar a caminhada de aproximação a partir dali.

WITOLD SKRYPCZAK – GETTY

2 – Nine Mile Canyon (Utah, EUA) 
Escondida entre as ardentes montanhas areníticas do Estado de Utah está uma das mais antigas galerias de arte ao ar livre do mundo: o Nine Mile Canyon, um desfiladeiro de 74 quilômetros que abriga milhares de gravuras rupestres talhadas pelas tribos fremont e ute entre os anos 600 e 1300. As cenas – distribuídas ao longo de todo o cânion e facilmente acessíveis pela estrada que o atravessa – mostram desde imagens de guerra e sacrifícios até a criação de animais e dinâmicas familiares e de grupo. É interessante contemplar os petróglifos acompanhado por um guia local que ajudará a decifrar a narração visual e o significado desta singular arte rupestre. A visita ao cânion é feita em uma maravilhosa excursão de um dia, para a qual se deve levar comida e água (não há lojas ao longo do caminho). Podemos obter informações sobre as principais jazidas na área no centro de visitantes do Condado de Carbon, em Price.

KOLUPAEV – GETTY

3 – Lago Kaindy (Cazaquistão) 
As pontas dos pinheiros emergem da superfície da água como lanças no lugar onde uma floresta inteira afundou após um terremoto. O terremoto de Kebin, em 1911, causou um deslizamento de terra nas montanhas de Tian Shan, criando uma represa natural que acabou formando esse lago cristalino de 400 metros e submergindo parte da floresta. Está localizado a 2000 metros de altitude, perto da fronteira entre o Cazaquistão e o Quirguistão. A floresta afundada, cercada por águas azul-turquesa e montanhas arborizadas, dá um ar misterioso a este lugar plácido e atrai muitas pessoas da região. Pode-se chegar ao lago de carro, partindo de Almaty, a cerca de 280 quilômetros de distância.

Veja a lista completa no site do El País

Comente com o Facebook
Mande um Whats